KYP, KYC e KYE: conheça estes procedimentos de compliance

 

Garantir a conformidade dos processos e posturas adotadas por colaboradores em uma empresa, diante das mais diversas e complexas leis e normas, é um tema que tem ganhado cada vez mais relevância no mercado.

Para isso, são aplicados procedimentos de compliance com o suporte de ferramentas que permitam alinhar a conformidade à cultura das organizações. Parte desses procedimentos dizem respeito aos relacionamento com o agentes internos e externos, a fim de garantir trocas pautadas pela transparência.

Conheça, a seguir, os 4Ks do compliance e o significado de cada um deles.

Know Your Employee (KYE)

KYE é a sigla para o termo em inglês que pode ser traduzido em “Conheça seu Funcionário”. Este procedimento tem por objetivo principal garantir a segurança na relação entre colaboradores e empresas, já desde a fase de recrutamento e seleção.

Os riscos que podem ser evitados com os procedimentos de KYE envolvem fraudes financeiras, desvios de informações estratégicas e outros pontos que possam representar prejuízos ao caixa e à reputação da empresa diante o mercado.

Além da análise de currículos e histórico, é importante reforçar a cultura e o código de ética da empresa através de treinamentos e promover ações de fiscalização interna sobre seu cumprimento.

Know Your Partner (KYP)

Já o KYP refere-se aos procedimentos de conformidade direcionados a sócios e outros parceiros de negócios. “Conheça seu Parceiro” tem a finalidade de verificar a regularidade nos âmbitos fiscal, jurídico, ambiental e econômico, e busca dar suporte à tomada de decisões e no fechamento de novos negócios.

Para avaliação de riscos, nestes casos, são realizadas diligências prévias que consistem no levantamento e investigação em fontes públicas de informações sobre o histórico de empresas e stakeholders, o que pode incluir matérias jornalísticas no Brasil e exterior, por exemplo. Tratando-se de acordos societários, é importante considerar se são envolvidas Pessoas Expostas Politicamente (PEP).

Know Your Client (KYC)

Procedimentos de KYC – ou Conheça Seu Cliente – são mais comuns para empresas que prestam serviços ou tem algum tipo de relação financeira direta que pode representar riscos como fraudes e lavagem de dinheiro. Neste caso, o objetivo é verificar a veracidade de informações fornecidas sobre a identidade de clientes.

Neste caso, o levantamento de informações pode incluir pesquisas mais ou menos complexas, como as realizadas em buscadores como o Google ou ferramentas com dados sobre o histórico de crédito, por exemplo.

Know Your Supplier (KYS)

Os procedimentos de KYS são aplicados para avaliar se os fornecedores de uma empresa também estão alinhados ao programa de conformidade. Isso porque o histórico negativo de envolvimento com atos ilícitos, assim como qualquer outro agente interno ou externo, também implica sobre a imagem da empresa.

Assim como o KYP, o processo de “Conheça seu Fornecedor” se baseia na Diligência Prévia de terceiros para verificar a existência de problemas como infração de direitos trabalhistas ou multas ambientais, pendências com o fisco, esquemas de corrupção, entre outros.

Implementar os procedimentos de compliance demanda o preparo de equipes e também a escolha certa por ferramentas de suporte à tomada de decisões. Acesse este outro material para conhecer as ferramentas para auditoria e monitoramento do seu negócio.

RESUMINDO

leia também

junho 21, 2021

Pesquisa de mercado: os principais tipos e por que conduzir

Pesquisa de mercado: os principais tipos e por que conduzir   Para os mais diversos […]
junho 18, 2021

Saiba como elaborar um SLA (Service Level Agreement)

Saiba como elaborar um SLA (Service Level Agreement)   As empresas que contam com um […]
junho 14, 2021

O que são os SQL (Sales Qualified Leads)?

O que são os SQL (Sales Qualified Leads)?   Em um processo de vendas minimamente […]
junho 10, 2021

LGPD e Análise de Crédito: entenda as especificidades

LGPD e Análise de Crédito: entenda as especificidades   Todas empresas e órgãos nacionais, públicos […]