Passo a passo para conduzir uma análise de riscos

 

Uma empresa e todos seus projetos estão sujeitos a riscos. Pelo próprio peso da palavra, já é esperado que estes devem ser evitados justamente por representarem prejuízos em suas operações. Neste cenário, a análise de riscos se faz necessária como um instrumento de planejamento, proteção e reação a estes possíveis problemas. 

Existem muitas ferramentas, processos e abordagens para conduzir uma análise de risco. Grandes empresas têm setores inteiros voltados para este objetivo, enquanto as menores podem encontrar apoio com profissionais mais experientes e consultorias especializadas. 

Neste artigo, propomos um passo a passo sucinto para realizar sua análise de riscos internamente. Confira o caminho nos tópicos a seguir.

Defina a situação para avaliação

Para elaborar sua análise de risco, o primeiro objetivo é identificar e definir o ponto de partida. Sua análise cobrirá toda a empresa ou apenas um produto ou serviço? A análise será de riscos na segurança do trabalho ou dos riscos financeiros? Quanto mais amplo, mais trabalhoso, porém mais completo para todas operações do negócio. Já com uma análise mais específica, é possível se aprofundar em cada risco e também nas possíveis soluções.

Liste todos possíveis resultados e riscos

Então, é o momento de relembrar e imaginar todos os riscos que cercam a situação definida no tópico anterior. Crie uma lista contendo todos os riscos, resultados e implicações, mesmo aqueles positivos, que podem afetar a empresa, o projeto ou o setor específico. 

Nesta etapa, ocupe-se com o detalhamento da lista mas não se preocupe com o nível de risco que os itens apresentam, pois isso será avaliado no próximo tópico. Aqui, vale considerar o histórico de resultados e crises anteriores, o cenário político e econômico do país e do mundo, tendências de consumo no seu mercado, eventos climáticos, crises de comunicação e reputação, problemas financeiros e judiciais, entre diversas outras fontes e situações.

Apresente dados, notícias e pesquisas para validar cada ponto, o que também será muito importante para elaborar o tratamento de cada risco. 

Atribua o grau de risco para cada item

Com a lista levantada anteriormente, é o momento de atribuir um grau de risco para cada item. Essa é uma prática conhecida por matriz de riscos. Você deve classificá-los considerando a probabilidade de acontecerem (baixa, média e alta) e também o impacto (leve, médio e grave). 

Essa atribuição de nível já começa a elucidar as possíveis abordagens, reações e estratégias necessárias da gestão de riscos. Com esse passo, sua análise de riscos está, teoricamente, pronta. 

E o que fazer com a análise de riscos?

Bem, o objetivo do estudo é analisar os riscos ao negócio, e um passo extra é preparar a reação ou tratamento de cada possível crise. Tendo todos os riscos listados e devidamente classificados, é possível partir para diferentes estratégias.

  • Aceitar riscos

Talvez, considerando os possíveis resultados e a baixa probabilidade de certas ocorrências, seja viável aceitar alguns riscos. Isso deve ser avaliado considerando, novamente, impactos às finanças, operações, produtos, reputação, comunicação, saúde e segurança, ao meio ambiente e assim em diante. 

  • Evitar riscos

A abordagem de evitar os riscos é direcionada justamente para aqueles que não podem acontecer. Daqui surgem estratégias e ações mais elaboradas, além de treinamentos e políticas, para que toda a empresa se conscientize e contribua em suas responsabilidades.

  • Mitigar riscos

E a mitigação de riscos pode ser aplicada para conter e organizar os elementos necessários para que tais riscos tenham menor impacto. Minimizar um risco de probabilidade alta já pode ser o diferencial necessário para não ter prejuízos.

Concluímos aqui um passo a passo bem objetivo sobre a elaboração de uma análise de riscos. É claro que a sua demanda pode ser muito maior e complexa do que os pontos levantados. Em todos os casos, recomendamos que você consulte também o nosso e-book  Gestão de riscos e Compliance: aplicações e ferramentas para sua empresa.

RESUMINDO

Uma empresa e todos seus projetos estão sujeitos a riscos. Pelo próprio peso da palavra, já é esperado que estes devem ser evitados justamente por representarem prejuízos em suas operações.

leia também

agosto 25, 2021
target primário e secundário

Descubra o que é target primário e secundário para os seus negócios

Descubra o que é target primário e secundário para os seus negócios   Não só […]
agosto 18, 2021
experiência do cliente

Aprenda como aumentar seu faturamento investindo na experiência do cliente

Aprenda como aumentar seu faturamento investindo na experiência do cliente   Todas empresas investem nas […]
agosto 11, 2021
gerenciar a equipe de vendas

Como gerenciar a equipe de vendas de forma online com ferramentas

Como gerenciar a equipe de vendas de forma online com ferramentas   Trabalhar remotamente, utilizando […]
agosto 4, 2021
Marketing Data Streaming

Entenda como o Marketing Data Streaming pode ajudar a sua empresa

Entenda como o Marketing Data Streaming pode ajudar a sua empresa   Sempre falamos em […]