Gatilhos mentais como técnica de venda

 

Os gatilhos mentais para vendas são muito úteis para criar atalhos no processo de decisão, guiando o cliente para que ele tenha mais clareza, segurança e agilidade na escolha de um produto ou serviço.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para que você entenda mais sobre os gatilhos mentais e saiba quais são os melhores para serem utilizados em uma estratégia com o objetivo de atrair mais leads e aprimorar as técnicas de vendas da sua empresa. Confira!

Leia também:

O que são gatilhos mentais?

Gatilhos mentais são estímulos interpretados pelo nosso inconsciente e são bastante utilizados pelos setores de marketing e vendas para ativar emoções específicas no consumidor, fazendo com que tomem determinadas decisões.

Principais gatilhos mentais para vendas

Existem diversos gatilhos mentais que podem ser aplicados nas técnicas de vendas. Confira abaixo os mais recomendados para esta estratégia:

Escassez: se o consumidor imaginar que pode faltar algo que ele queria comprar, a probabilidade dele decidir mais rápido sobre a compra será maior. Uma forma de utilizar este gatilho para vender é mostrar ao consumidor quantas unidades ainda tem de determinado produto.

Urgência: é o famoso “agora ou nunca”. O gatilho da urgência está ligado a um tempo limite, ou seja, se o consumidor perder a oportunidade que vai até determinado dia e horário, ele não aproveitará a oferta.

Autoridade: é preciso provar para o seu público que a sua empresa é competente e é referência no assunto. Uma boa maneira de adquirir autoridade é apostar em criar conteúdos relevantes através de blog, vídeos, podcasts, entre outros.

Prova Social: está relacionado com o feedback e avaliações que o consumidor tem sobre um serviço ou produto. É essencial utilizar esse tipo de gatilho, pois faz com que outras pessoas conheçam sua empresa a partir da experiência positiva de um cliente. Se um produto ou serviço faz sucesso, as pessoas irão querer testá-lo para saber se realmente vale a pena.

Reciprocidade: um envio de brinde, amostra grátis, descontos progressivos ou um e-book são maneiras de colocar em prática o gatilho da reciprocidade e fazer com que o consumidor dê algo em troca. Por exemplo: para receber um e-book, ele deve preencher um cadastro, assim, ambos ganham algo.

Use com moderação!

Saiba diferenciar a hora de atrair da hora de converter, e utilize os gatilhos mentais no momento certo para que a persuasão não seja confundida com manipulação, o que pode a longo prazo prejudicar a imagem do seu negócio.

Além disso, não utilize argumentos falsos ou repassados para o público na intenção de enganar. Exagerar nas abordagens, além de ser antiético, só fará com que o consumidor se afaste.

Tenha sempre em mente a intenção de proporcionar uma experiência positiva ao seu público, assim será mais fácil fazer uso correto dos gatilhos mentais, aproximar-se do consumidor e fechar mais vendas!

Conclusão

Agora que você já sabe o que é e quais são os principais gatilhos mentais para vendas, que tal colocá-los em prática nas estratégias do seu negócio para conquistar mais leads e captar mais clientes? Aproveite para aprofundar seus conhecimentos lendo sobre estratégias de marketing de conteúdo para vender mais.

RESUMINDO

Os gatilhos mentais para vendas são muito úteis para criar atalhos no processo de decisão, guiando o cliente para que ele tenha mais clareza, segurança e agilidade na escolha de um produto ou serviço.

leia também

maio 19, 2022
retenção de talentos

Aprenda como reter talentos dentro da sua empresa

Aprenda como reter talentos dentro da sua empresa   No ambiente empresarial, o sucesso de […]
maio 17, 2022
Data Driven

Data Driven: quais ferramentas utilizar?

Data Driven: quais ferramentas utilizar?   A tomada de decisão com base em dados consegue […]
maio 12, 2022
Cultura Data Driven

Cultura Data Driven: dicas de como implementar na sua empresa

Cultura Data Driven: dicas de como implementar na sua empresa   Se orientar com base […]
maio 10, 2022
comportamento do novo consumidor

A importância de conhecer o comportamento do novo consumidor para sua empresa

A importância de conhecer o comportamento do novo consumidor para sua empresa   Os tempos […]